A Guarda Suíça

Atrações 0 888
A Guarda Suíça

Guarda Suíça é o corpo encarregado da segurança do Estado da Cidade do Vaticano. É o menor exército profissional mais do mundo, com aproximadamente 110 soldados.

Ataviados com um uniforme inconfundível, os Guardas Suíços oferecem uma das imagens mais pitorescas do Vaticano, mas seu papel está longe de ser meramente decorativo.

Atribuições

Os Guardas Suíços se encarregam da vigilância, segurança e proteção do Papa dentro do Palácio Apostólico, como assim também dos serviços honoríficos em cerimônias, audiências e recepções.

Encarregam-se também do controle de acessos ao Vaticano e nos períodos de sede vacante protegem o Colégio Cardinalício.

Origem

Os Guardas Suíços são o último exército de mercenários suíços, uma figura que atingiu grande popularidade entre os séculos XV e XVIII por sua especial eficácia.

O corpo foi criado em 21 de janeiro de 1506, três anos depois que o Papa Júlio II ocupasse a cadeira de São Pedro e pedisse os nobres suíços, soldados para sua proteção, formando uma companhia de 150 homens.

Uniforme e armas

O uniforme da Guarda Suíça tem uma origem recente (século XX) apesar de estar inspirado em um modelo atribuído a Miguel Ângelo feito em 1505, à moda da época, e com as cores da Casa do Papa Júlio II.

Como curiosidade, os guardas estão armados com alabarda e espada rapieira, mesmo que ao prestar serviço portem armas modernas (revólver, metralhadoras, espingardas e pistolas de assalto) para cujo uso estão treinados, ao máximo nível.

Relação com os visitantes

Os Guardas Suíços prestam labores de vigilância, proteção e controle de acessos. É nesta última fase onde são mais visíveis. Os turistas e peregrinos são uma de suas preocupações, apesar de que com frequência não entram em contato direto com eles.
Você terá que se relacionar com eles se realizar uma visita guiada à Necrópole do Vaticano. Terá de passar um controle desta Guarda e lhe será solicitado o bilhete da reserva.

Deixamos alguns conselhos para o trato com este corpo militar:

- É um corpo muito sério, nada folclórico. Por isso, não se prestam a pousar em fotografias e nossa aproximação a eles deve ser feita com respeito.

- Não existe problema algum em tirar uma foto onde apareça um Guarda Suíço no enquadre, desde que se realize com distância prudencial.

- Como qualquer outro corpo de segurança do mundo, é possível acudir a eles em caso de necessidade. Não há inconveniente em atender o visitante. Isso sim, evita perguntar-lhes sobre a localização do banheiro ou outras questões triviais. Um bom início de pergunta seria : “Scusi Signore…”

- Dentro da Praça de São Pedro, em caso de necessidade, acuda à seção da Policia italiana que presta seus serviços no referido lugar.

Avaliação

Gostou desta história? Você pode classificar de 1 a 5. Obrigado pela sua contribuição!

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (5 votos, média: 4.00 do 5)

Loading...Loading...

Pontos do Editor

  • Avaliação
  • Resultado

Classifique este artigo

  • Avaliação
  • Resultado

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

O seu email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Reserva de hospedagem

Datas da estadia

Data de checkin

calendar

Data de checkout

calendar

Sem custos reserva
Cancelamento Gratuito

Experiências de viagem

Os melhores Links

Vaticano em Google+

VisitaroVaticano.com

O nosso site é uma guia do Vaticano para turistas e peregrinos. Oferecemos informação sobre as principais atrações, visitas guiadas, conselhos, transportes e muito mais.

Vaticano nas Redes Sociais

Contato

Você tem alguma dúvida, pergunta ou comentários?
Não hesite em entrar em contato conosco!
Envie um e-mail para
info@trafalgarnet.com