Necrópole do Vaticano e túmulo de S. Pedro

Atrações 0 6793
Necrópole do Vaticano e túmulo de S. Pedro

O fascinante descenso para a Necrópole é uma das grandes experiências que você pode viver em sua visita ao Vaticano.

É talvez a visita menos conhecida, mas aqueles que tiverem a possibilidade de realizá-la coincidem em que é um dos momentos mais emocionantes da viagem. Nesta reportagem explicaremos em que consiste.

Origem

Remontamo-nos a Roma do Imperador Nero, ao ano 64 d.C. e a uma data sinistra, a do incêndio provocado da cidade e das execuções de cristãos no Circo, um dos quais foi o próprio apóstolo Pedro. A antiga Via Cornelia serviu de lugar de sepultura do santo e de centos de devotos de Cristo, em um número que foi crescendo ano após ano.

Isso ocorreu até o ano 319, em que o imperador Constantino escolheu esse lugar para a construção de uma basílica. As catacumbas existentes não foram destruídas; ficaram sob o nível do templo e foram cobertas de terra e esquecidas durante séculos.

Trabalhos de escavação

Em 1949, e com o impulso do Papa Pio XII e do Monsenhor Ludwig Kaas, secretário da Fabbrica di São Pietro, iniciaram-se as obras de escavação dos restos arqueológicos situados sob a atual basílica, com o objetivo de buscar os restos de São Pedro.

O resultado foi o descobrimento de um grupo de sepulturas excelentemente conservadas.

Níveis sob a Basílica de São Pedro

Sob os solos da grande Basílica de São Pedro existem dois níveis:

As Grutas do Vaticano, onde encontramos as tumbas e capelas de reis, rainhas e Papas do século X em diante.

A Necrópole, um nível mais embaixo, da época anterior a Constantino como foi descrito e que descende, com uma profundidade de 11 metros partindo do solo da Basílica.

Necrópole

As escavações abertas ao público compreendem 22 mausoléus em uma área de quase 100 m. de cumprimento Nelas encontraremos sepulturas de plebeus ricos, com elementos decorativos e com lápidas que recordam o nome da família. Não devemos nos esquecer de que esta Necrópole viveu a transição do paganismo ao cristianismo, razão pela qual encontraremos iconografia pagã, principalmente referida a Dionísio e Baco.

A visita consistirá em um percurso por cada Mausoléu, comunicados com um corredor central, até chegar a um ponto conhecido como campo “P”.

O ponto “P” se encontra sob o altar Papal da atual Basílica e é uma pequena praça de 4×8 metros pavimentada com mosaicos. Na área direita, trás um buraco aberto no muro no qual é possível observar uma cavidade, foram encontrados restos humanos e um tecido com fios de ouro. Junto a ele, uma inscrição datada no ano 160 que diz “Petro Eni”, em grego: “Pedro está aqui”.

Como visitar a Necrópole do Vaticano

O procedimento para reservar uma visita tem suas particularidades, mas é relativamente simples, desde que sejam cumpridos os requisitos estabelecidos pela Oficina das Escavações da Fabbrica di São Pietro. O processo pode ser resumido nestes pontos:

- O nº diário de visitantes está restringido a 250 pessoas, em grupos pequenos de aproximadamente 12 pessoas e sempre com visita guiada. A visita dura 1 hora e meia e se realiza em grupos que compartilham o mesmo idioma.

- Não se permite o acesso de menores de 15 anos e não é recomendável para pessoas que padecem claustrofobia ou que padeçam patologias que se agravem com a umidade.

- A solicitação de visita pode ser enviada por escrito ao e-mail scavi@fsp.va, ao fax +39 06 69873017, ou de forma presencial na Oficina das Escavações situada na entrada sul (lado esquerdo) justo fora da colunata da Praça de São Pedro.
Na solicitação é preciso indicar o nome dos visitantes, número, idioma preferido, escala de datas para realizar a visita e e-mail, fax ou endereço postal.

- A resposta será recebida através do meio utilizado para apresentar a solicitação e indicará o dia e a hora exata.

- O preço da visita é de 13 euros, que devem ser pagos da forma indicada pela Oficina das Escavações em sua comunicação.

Conselhos para a visita

- A entrada se realiza desde a  oficina das Escavações. Dez minutos antes da hora estabelecida, será possível ter acesso à mesma mostrando o comprovante ao Guarda Suíço da porta. Não vá com mais antecipação, é possível que não lhe permitam passar. Essencial: leve o comprovante de reserva impresso.

- O código de vestimenta deve ser adequado à Santidade do lugar (calça comprida ou saia comprida, ombros cobertos…).

- Não está permitido entrar com câmara fotográfica.

- A visita termina nas Grutas do Vaticano.

- Cuidado com a idade dos visitantes. Admite-se a entrada de crianças a partir dos 15 anos. Recomendamos levar a identificação oficial, principalmente em caso de dúvida pela aparência do menor.

- A entrada à Necrópole não tem nada a ver com a dos Museus do Vaticano. São sistemas e repartições diferentes.

- A visita é guiada, você não pode deambular livremente.

- No mapa marcaremos o ponto onde se encontra a oficina de acesso às escavações.

Avaliação

Gostou desta história? Você pode classificar de 1 a 5. Obrigado pela sua contribuição!

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (11 votos, média: 4.82 do 5)

Loading...Loading...

Pontos do Editor

  • Avaliação
  • Resultado

Classifique este artigo

  • Avaliação
  • Resultado

Artigos Relacionados

Adicionar comentário

O seu email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Reserva de hospedagem

Datas da estadia

Data de checkin

calendar

Data de checkout

calendar

Sem custos reserva
Cancelamento Gratuito

Experiências de viagem

Os melhores Links

Vaticano em Google+

VisitaroVaticano.com

O nosso site é uma guia do Vaticano para turistas e peregrinos. Oferecemos informação sobre as principais atrações, visitas guiadas, conselhos, transportes e muito mais.

Vaticano nas Redes Sociais

Contato

Você tem alguma dúvida, pergunta ou comentários?
Não hesite em entrar em contato conosco!
Envie um e-mail para
info@trafalgarnet.com